139 Propriedades à venda em região do Algarve.

33 m²

Algarve, Faro, Albufeira, Marina de Albufeira, Loja para comércio e ou serviços Loja para comércio e ou serviços, na Marina de Albufeira, venda ou arrendamento, bem localizada com fáceis acessos, parqueamento fáceis, boa luminosidade, zona em crescimento comercial

22 m²

Algarve, Faro, Albufeira, loja para comércio e ou serviços, na Marina de Albufeira Loja para comércio e ou serviços, na Marina de Albufeira, venda ou arrendamento, bem localizada com fáceis acessos, parqueamento fáceis, boa luminosidade, zona em crescimento comercial

1
1
63 m²
 

Portugal, Algarve, Albufeira, apartamento, tipo T-1, mobilado e equipado, situado no empreendimento Miramar, composto por sala, quarto, WC, kitchenette equipada, ar condicionado e varanda. Com piscina exterior de adultos e crianças, ginásio, restaurante. Localizado junto ao centro comercial do Modelo, a 10 minutos da praia. Este apartamento é central e tem nas proximidades todos os serviços principais, repartições, escolas, hipermercados/supermercados, zona comercial, farmácia, parque infantil, ginásios, ginásio municipal multidesportivo, piscinas municipais, parque radical, campo de futebol, marina, zona comercial, espaços verdes, bombeiros, polícia e GNR. Um ótimo investimento para férias e para rentabilização ou residência própria! Sobre a história de Albufeira, o topónimo Albufeira provém da palavra árabe البحيرة (al-Buħayra), designação do séc. VIII, que significa a lagoa ou pelo mar, ou, segundo outros especialistas, castelo do mar, dispondo-se altaneira e em anfiteatro sobre o mar. Do período Árabe perduram as ruelas estreitas, o velho castelo e as casas muito brancas com as suas açoteias e arcos. A área atual do município de Albufeira encontra-se ocupada pelo homem pelo menos desde o ano 2000 a. C. Os Romanos deram-lhe a designação de Baltum, e os Árabes. que ocuparam em 716, denominaram-na Albuar ou Albuhera. O seu castelo, praticamente inexpugnável devido à sua posição estratégica, foi o último reduto árabe a cair nas mãos do rei Afonso III de Portugal. Submetida Albufeira em 1249, logo em 1250 foi doada à ordem de Avis. Nas primeiras décadas do século XX registou-se um aumento acentuado da exportação de peixe e de frutos secos. A vila tinha, então, cinco fábricas que empregavam 700 a 800 pessoas, sobretudo mulheres de pescadores. Porém, da década de 1930 à década de 1950, registaram-se tempos de decadência, as armações de pesca arruinaram-se, as fábricas fecharam, as embarcações desapareceram e muitas casas foram abandonadas. A população ficou reduzida à metade e a pesca tornou-se novamente numa atividade de subsistência. No início da década de 1960, assistiu-se ao despertar de Albufeira para o fenómeno turístico, quando foi procurada por turistas internacionais, mas foi sobretudo com os ingleses que prosperou. Desde então, desenvolveu-se bastante a indústria hoteleira na cidade. Na década de 1980, verificou-se um enorme surto urbanístico, tendo a cidade crescido para nascente, local para onde se transferiu a maior parte dos serviços administrativos, incluindo a Câmara Municipal.

1
37 m²
44 m²
 

Portugal, Algarve, Albufeira, apartamento T0 com sala, kitchenette equipada, casa de banho, ar condicionado, varanda, inserido no empreendimento de 4 *, Paraíso de Albufeira, a 10 minutos da Praia do Inatel e do Forte de S. João. Situado na zona nobre de Albufeira a cerca de 700 metros da praia. Com receção, piscina exterior e interior aquecida, bem como minigolfe, campo de ténis, miniclube para crianças, sala de banquetes, de conferências e de reuniões. Este apartamento é central e tem nas proximidades todos os serviços principais, repartições, escolas, hipermercados/supermercados, zona comercial, farmácia, parque infantil, ginásios, ginásio municipal multidesportivo, piscinas municipais, parque radical, campo de futebol, marina, zona comercial, espaços verdes, bombeiros, polícia e GNR. É, certamente, a melhor solução de investimento imobiliário para férias, rendimento ou para habitação própria. Sobre a história de Albufeira, o topónimo Albufeira provém da palavra árabe البحيرة (al-Buħayra), designação do séc. VIII, que significa a lagoa ou pelo mar, ou, segundo outros especialistas, castelo do mar, dispondo-se altaneira e em anfiteatro sobre o mar. Do período Árabe perduram as ruelas estreitas, o velho castelo e as casas muito brancas com as suas açoteias e arcos. A área atual do município de Albufeira encontra-se ocupada pelo homem pelo menos desde o ano 2000 a. C. Os Romanos deram-lhe a designação de Baltum, e os Árabes. que ocuparam em 716, denominaram-na Albuar ou Albuhera. O seu castelo, praticamente inexpugnável devido à sua posição estratégica, foi o último reduto árabe a cair nas mãos do rei Afonso III de Portugal. Submetida Albufeira em 1249, logo em 1250 foi doada à ordem de Avis. Nas primeiras décadas do século XX registou-se um aumento acentuado da exportação de peixe e de frutos secos. A vila tinha, então, cinco fábricas que empregavam 700 a 800 pessoas, sobretudo mulheres de pescadores. Porém, da década de 1930 à década de 1950, registaram-se tempos de decadência, as armações de pesca arruinaram-se, as fábricas fecharam, as embarcações desapareceram e muitas casas foram abandonadas. A população ficou reduzida à metade e a pesca tornou-se novamente numa atividade de subsistência. No início da década de 1960, assistiu-se ao despertar de Albufeira para o fenómeno turístico, quando foi procurada por turistas internacionais, mas foi sobretudo com os ingleses que prosperou. Desde então, desenvolveu-se bastante a indústria hoteleira na cidade. Na década de 1980, verificou-se um enorme surto urbanístico, tendo a cidade crescido para nascente, local para onde se transferiu a maior parte dos serviços administrativos, incluindo a Câmara Municipal.

1
31 m²
 

Portugal, Algarve, Albufeira, apartamento T0 com sala, kitchenette equipada, casa de banho, ar condicionado, varanda, inserido no empreendimento de 4 *, Paraíso de Albufeira, a 10 minutos da Praia do Inatel e do Forte de S. João. Situado na zona nobre de Albufeira a cerca de 700 metros da praia. Com receção, piscina exterior e interior aquecida, bem como minigolfe, campo de ténis, miniclube para crianças, sala de banquetes, de conferências e de reuniões. Este apartamento é central e tem nas proximidades todos os serviços principais, repartições, escolas, hipermercados/supermercados, zona comercial, farmácia, parque infantil, ginásios, ginásio municipal multidesportivo, piscinas municipais, parque radical, campo de futebol, marina, zona comercial, espaços verdes, bombeiros, polícia e GNR. É, certamente, a melhor solução de investimento imobiliário para férias, rendimento ou para habitação própria. Sobre a história de Albufeira, o topónimo Albufeira provém da palavra árabe البحيرة (al-Buħayra), designação do séc. VIII, que significa a lagoa ou pelo mar, ou, segundo outros especialistas, castelo do mar, dispondo-se altaneira e em anfiteatro sobre o mar. Do período Árabe perduram as ruelas estreitas, o velho castelo e as casas muito brancas com as suas açoteias e arcos. A área atual do município de Albufeira encontra-se ocupada pelo homem pelo menos desde o ano 2000 a. C. Os Romanos deram-lhe a designação de Baltum, e os Árabes. que ocuparam em 716, denominaram-na Albuar ou Albuhera. [7] O seu castelo, praticamente inexpugnável devido à sua posição estratégica, foi o último reduto árabe a cair nas mãos do rei Afonso III de Portugal. Submetida Albufeira em 1249, logo em 1250 foi doada à ordem de Avis. Nas primeiras décadas do século XX registou-se um aumento acentuado da exportação de peixe e de frutos secos. A vila tinha, então, cinco fábricas que empregavam 700 a 800 pessoas, sobretudo mulheres de pescadores. Porém, da década de 1930 à década de 1950, registaram-se tempos de decadência, as armações de pesca arruinaram-se, as fábricas fecharam, as embarcações desapareceram e muitas casas foram abandonadas. A população ficou reduzida à metade e a pesca tornou-se novamente numa atividade de subsistência. No início da década de 1960, assistiu-se ao despertar de Albufeira para o fenómeno turístico, quando foi procurada por turistas internacionais, mas foi sobretudo com os ingleses que prosperou. Desde então, desenvolveu-se bastante a indústria hoteleira na cidade. Na década de 1980, verificou-se um enorme surto urbanístico, tendo a cidade crescido para nascente, local para onde se transferiu a maior parte dos serviços administrativos, incluindo a Câmara Municipal.

1
22 m²
22 m²

Algarve, Faro, Albufeira loja para comércio e ou serviços, na Marina de Albufeira Loja para comércio e ou serviços, na Marina de Albufeira, venda ou arrendamento, bem localizada com fáceis acessos, parqueamentos fáceis, boa luminosidade, zona em crescimento comercial

3110 m²

Algarve, Faro, Silves, terreno construção de moradia, com projecto aprovado, Messines, Barragem do Funcho Terreno com projecto aprovado para uma moradia, localizado a cerca de 2.5 km de Messínes, com árvores de fruto, zona agrícola muito tranquilo com bons acessos, junto á barragem do Funcho.

1
22 m²

Algarve, Faro, Albufeira, loja para comércio e ou serviços, na Marina de Albufeira Loja para comércio e ou serviços, na Marina de Albufeira, venda ou arrendamento, bem localizada com fáceis acessos, parqueamento fáceis, boa luminosidade, zona em crescimento comercial

6280 m²

Algarve, Olhão, Ria Formosa, terreno rústico, bem localizado. Terreno rústico, plano, com algumas árvores de sequeiro. Dispõe de fáceis acessos, água e eletricidade nas proximidades. Situado nos arredores de Olhão a cerca de 2km do centro da cidade, junto à estrada nacional que liga Pechão a Olhão. A Cidade de Olhão está localizada em pleno coração do Parque Natural da Ria Formosa, um ecossistema único pela sua fauna e flora, os seus incríveis bancos de areia, o seu extenso areal dourado e as suas ilhas barreira... Ficará maravilhado com todo o espetáculo natural que a Ria proporciona à cidade. Nos diversos bares e cafés com convidativas esplanadas, poderá desfrutar da Ria, o seu nascer e pôr-do-sol fantásticos, e a tranquilidade única que ela nos traz. Sugerimos também um passeio de barco cujo roteiro percorre os canais fluviais de Olhão e as ilhas-barreira que fazem parte da Ria Formosa. Aproveite para conhecer o Farol do Cabo de Sta. Maria (Ilha do Farol) e dê um salto à fantástica Ilha Deserta, a Ilha da Culatra e a Ilha da Armona. Pechão é uma pequena aldeia rural, onde abundam as amendoeiras e figueiras que se situa a cerca de 4 km de Olhão e de Faro. A pequena Igreja de Pechão destaca-se por se encontrar no ponto mais alto da localidade. Daqui encontra-se uma bonita vista que alcança toda a região até ao mar. Anexa à Igreja, e em plena rua, vemos uma pequena Capela dos Ossos. Pode ainda visitar a Fonte Velha, a Casa-Museu de Pechão e o Chalé de Belamandil, o Solar do Torrejão, os moinhos de costa e a nora dos 3 engenhos em Belamandil.

6000 m²

RESERVADO -Algarve, Faro, Loulé, Boliqueime, terreno rústico de 6.000m² com várias amendoeiras e alfarrobeiras, Maritenda. Terreno rústico de 6.000m² com várias amendoeiras e alfarrobeiras, equipado com furo em sociedade. Localização calma com bons acessos, junto a casas residenciais e com fácil acesso à estrada EN125.

1
1
80 m²
360 m²
 

Casa antiga, Termos, Alte, Loulé, Algarve, Portugal. Casa antiga a necessitar de renovação, podendo ser ampliado um 1.º piso, geminada de um lado, com exposição solar a sul, poente e norte. Com todas as infraestruturas como agua, luz e esgotos e o acesso razoável, em zona tranquila e com vista desafogada. A aldeia de Alte, que já foi considerada a mais típica de Portugal, continua fiel às suas origens, onde a Igreja Matriz, provavelmente edificada nos anos 1500, continua a ser a mais antiga referência histórica de Alte. A aldeia, a Fonte Grande e toda a zona envolvente, caracterizada pelo ambiente pitoresco que a rodeia, são visitadas anualmente por muitos milhares de turistas que se demoram nos restaurantes e nos cafés da localidade, depois de terem adquirido o artesanato tradicional da terra, como os doces regionais, os brinquedos de madeira, a olaria e os trabalhos de esparto. As casas são brancas e simples e com poucas açoteias, mas possuem as mais belas chaminés rendilhadas do Algarve. Alte Aldeia Cultural e a Festa do 1º de Maio são, sem dúvida, os momentos mais altos dos festejos levados a efeito ao longo do ano. As Fontes de Alte constituem um dos locais mais aprazíveis da região, com as suas águas cristalinas da ribeira de Alte, cercadas por uma zona arborizada de grande beleza e paz de espírito. As águas da ribeira formam uma piscina de grande beleza, propicia a agradáveis momentos de lazer, muito frequentado durante os meses de Verão, o espaço conta com um agradável Parque de Merendas, e um grande espaço de lazer perfeito para atividades ou simplesmente descansar numa paisagem bucólica, local de inspiração de vários poetas e artistas.

6040 m²

Terreno rústico, composto por terreno limpo e plano, em zona de pomares de laranjeiras, no sitio da Mesquita, Alcantarilha. Tem acessos razoáveis, eletricidade e água próximo da propriedade. Alcantarilha é uma antiga freguesia portuguesa do município de Silves, com pouca densidade populacional, com todos os serviços e a cerca de 4km da praia de Armação de Pera, praia com extenso areal, enquadrada pelo centro urbano-turístico de Armação de Pera que disponibiliza inúmeros serviços aos utentes da praia. Um passeio pedonal debruçado sobre o mar, com espaços ajardinados e uma vista sobranceira sobre a linha de costa, percorre o setor central da praia oferecendo esplanadas solarengas. A leste da praia e fazendo justiça à longa tradição piscatória de Armação de Pera, o areal encontra-se ocupado por coloridas embarcações de pesca e casas de aprestos. O nome da praia advém de ser este o local onde os pescadores da povoação de Pera, situada mais para o interior, montavam a 'armação' (aparelho de pesca) que era a base da sua subsistência. Passada a praia dos Pescadores, as marcas humanas atenuam-se e o horizonte abre-se. Avistam-se então dunas a perder de vista e a zona húmida que se forma na foz da ribeira de Alcantarilha, com a sua vegetação típica e inúmeras aves aquáticas de que são exemplo a enorme garça-cinzenta ou os pequenos e incansáveis borrelhos. Marque já a sua visita a esta propriedade!